30O alarme automotivo ganhou grande importância para a proteção do carro. Mais do que um acessório, ele oferece uma série de benefícios para o motorista. Confira a seguir quais são e conheça os tipos e características do alarme automotivo.

Características do alarme automotivo

Segredo:

Alguns modelos de alarme automotivo têm botões escondidos no interior do veículo, que devem ser apertados em ordem para que o alarme não dispare após dar a partida.

Sensor de Presença:

O sensor é acionado assim que o veículo é distanciado do controle do alarme, podendo provocar o corte da ignição ou bomba de combustível para desligar o motor.

Rastreador:

Esse item faz parte de quase todo alarme automotivo, pois permite que o veículo seja encontrado onde quer que ele esteja. Basta ligar para a central de monitoramento para o carro ser desligado e o alarme disparar com voz pré-gravada, além de informar a localização do carro para a polícia.

Tipos de alarme automotivo

Volumétrico:

Esse alarme tem um sensor ultrassônico que serve para monitorar os sons e a movimentação dentro do automóvel.

Perimétrico:

O alarme perimétrico é o mais comum. Ele detecta a abertura ou tentativa inconveniente das portas do carro e dispara o alarme automotivo. Porém, ele nem sempre dispara ao tentar abrir o porta-malas ou o capô do carro.

Bloqueador de freios e parte elétrica:

Esse é um dos tipos mais antigos de alarme automotivo, sendo usado em uma tetra chave. Quando o dono ativa o sistema, toda a parte elétrica do automóvel é desligada, além de travar as rodas para que o veículo não saia do lugar.

Consulta do Manual

É importante consultar o Manual do Proprietário antes de instalar qualquer acessório no carro, incluindo o alarme automotivo. Com ele, você vai saber se o equipamento é compatível e não irá causar nenhum tipo de prejuízo, como descarga da bateria, por exemplo.

Além disso, também se deve verificar a garantia do veículo, pois algumas intervenções realizadas interferem na validade desta garantia.

Como escolher o alarme automotivo?

Trava:

Sempre confira a capacidade da trava do veículo. É importante notar que, como foi citado antes, o alarme automotivo nem sempre dispara quando tentam abrir o porta-malas ou o capô e o mesmo vale para a trava. Escolha um alarme que monitore o porta-malas, o capô, a ignição e as maçanetas de todas as portas.

Também existem alarmes que podem travar o motor, o que impossibilita o roubo do carro.

Comodidade:

O diferencial em um alarme automotivo é a comodidade. Vidros que fecham automaticamente quando o alarme é acionado ou travas nas portas quando o carro é ligado fazem muita diferença na sua segurança. Outro exemplo são sistemas que permitem regular até mesmo o aparelho de som e abrir o porta-malas.

Para mais dicas como essa, acompanhe nosso blog e não se esqueça do nosso Facebook. A Bompreço Auto Peças trabalha com as melhores marcas do mercado e condições especiais de pagamento. Confira nossa linha completa de produtos no nosso site.