Carro gastando além do normal, falhando e com desempenho abaixo do esperado pode ser sinal de bobina de ignição com defeito. Para te ajudar a entender e evitar esse problema, explicamos abaixo a função desse item e listamos os principais sintomas.

O que é e qual a função da bobina de ignição?

A função da bobina de ignição é transformar a tensão da bateria em alta tensão necessária à formação da centelha. Essa tensão é então transferida para as velas de ignição, onde são produzidas as faíscas que realizam a combustão e, consequentemente, o funcionamento do motor.

Normalmente, o item original dura mais de 200 mil quilômetros, porém a vida útil pode ser reduzida dependendo da condição de uso do veículo e da revisão nas velas de ignição, cabos supressores e alternador.

Problemas na bobina de ignição

Praticamente todos os carros são equipados com uma bobina de ignição, responsável por distribuir a corrente para as quatro velas. Porém, quando a corrente chega irregular às velas, é sinal de que a bobina está com defeito, o que leva a problemas na combustão.

Principais sintomas de defeito na bobina de ignição

  • Tiros no escapamento

Um dos primeiros sintomas de falha na bobina de ignição é o veículo contrabalançando. Esse problema acontece quando o combustível não utilizado é emitido através do sistema de escape e pode ser identificado pela presença de fumo preto e cheiro da gasolina.

  • Falha na partida

Problemas ao dar partida no carro no frio é um bom sinal de falha da bobina de ignição. Esse defeito ocorre entre o distribuidor e as velas de ignição e resulta em uma ou mais velas de ignição que não recebem a quantidade apropriada de carga.

  • Aumento no consumo de combustível

Outro sintoma de falha na bobina de ignição é a redução de quilometragem por litro de combustível. Isso ocorre porque quando as velas de ignição recebem menos energia, o veículo precisa consumir mais combustível para compensar.

  • Motor engasgando

Quando as bobinas apresentam defeito, o veículo pode engasgar regularmente no momento da partida e em altas velocidades. Além disso, ele também pode apresentar vibração quando está em ponto morto ou parado em um sinal ou cruzamento.

No momento de fazer a manutenção do seu carro, lembre-se de pedir para o seu mecânico verificar:

  1. Tensão alta do alternador
  2. Potencial de massa ineficiente
  3. Velas de ignição com desgastes
  4. Cabos supressores
  5. Conexões com zinabre
  6. Módulo de ignição
  7. Curto circuito nos enrolamentos da bobina
  8. Trincas na peça

Para mais dicas e informações sobre o mundo automotivo, fique de olho no blog da Bompreço Auto Peças e acompanhe nosso Facebook.